Prefeitura Municipal de Mogi Mirim

Secretaria de Saúde

08/02
2019
0 comentários

Município integra campanha regional contra a dengue; ação será na zona Oeste

Em mais uma ação preventiva em prol da saúde pública, Mogi Mirim irá participar da 4ª Campanha Regional de Combate ao Aedes aegypti em parceria com a EPTV Campinas. A iniciativa envolve dezenas de municípios e no sábado (16) será o Dia D. Em Mogi Mirim, o mutirão será realizado na zona Oeste, das 8h00 às 16h00, nos bairros Sta Cruz, Vila Oceania, Jardim Mello, Vila Eunice, Jardim Califórnia, Jardim Santana I e II, Jardim Saúde, Jardim Aeroclube, Jardim Pissinatti na área delimitada entre a avenida Brasil com as ruas Santa Cruz, Rio de Janeiro, Padre Roque e a rodovia SP-340.

O objetivo é eliminar os possíveis criadouros através das visitas às residências, além do fornecimento de informações para as famílias não favorecerem a proliferação do mosquito responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya com a estrutura encampada pelas Pastas municipais.

Ainda em 2018, a Prefeitura instituiu a “Sala de Situação de Arbovirose” e, sob a coordenação da Saúde, todas as Pastas municipais e o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) devem propor ações de combate à dengue. No encontro da sexta-feira (8), a Vigilância em Saúde (VS) divulgou que neste ano houve 33 notificações de contágio pela dengue, sendo três casos positivos nas zonas Norte e Sul, - mulher com 59 anos, criança com 10 anos e homem com 46 anos – dos quais, os dois últimos são moradores em condomínios.

A VS alertou que as ações de combate ao mosquito, tanto pessoais quanto em grupo, devem ser adotadas diariamente. Medidas adotadas de maneira isolada, como a nebulização, não surtem o efeito de erradicar o Aedes, já que é necessária a destruição de criadouros para evitar a proliferação do mosquito.

 

Ações que você pode fazer para combater os focos do mosquito

Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada;

Mantenha bem tampados tonéis e barris d’água;

Mantenha a caixa d’água bem fechada;

Remova folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas;

Lave por dentro, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa;

Troque a água de vasos de plantas aquáticas e lave-os com água e sabão uma vez por semana;

Vire todas as garrafas com a boca para baixo e evite que acumule água dentro delas;

Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água;

Encha de areia os pratos das plantas ou lave-os semanalmente;

Lave semanalmente por dentro os tanques utilizados para guardar água;

Não deixe água acumulada sobre a laje;

Feche bem o saco de lixo e deixe-o fora do alcance dos animais.

 

Compartilhe:

0 Comentários

Ainda não foram feitos comentários.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

CAPTCHA security code

Jornal Oficial

Cadastre-se para receber novidades

Seu e-mail estará seguro conosco.
Nós não iremos compartilhar suas informações!