Prefeitura Municipal de Mogi Mirim

Secretaria de Educação

07/06
2019
0 comentários

Mogi é 1º lugar no país em projeto de Educação

A Educação de Mogi Mirim não para de acumular conquistas, e desta vez, atingiu o topo nacional em um projeto educacional voltado a planos de aulas para EMEB’s (Escolas Municipais de Educação Básica) e Cempi’s (Centros Municipais Educacionais de Primeira Infância). A cidade terminou na primeira colocação em um processo seletivo, ao lado de outros seis municípios do país, em um trabalho da revista Nova Escola, mantida pela Fundação Lemann e referência na área da Educação, criando um projeto pioneiro e responsável por colaborar para a prática da formação, pesquisa e desenvolvimento de professores e alunos.

Mogi superou Alagoinha, na Paraíba, Andaraí, na Bahia, Balneário Camboriú, em Santa Catarina, São José dos Campos, no Estado de São Paulo, e Maracanaú, no Ceará, fruto de um processo seletivo iniciado em novembro de 2017 e aberto para todo o país. Em 2018, o município fez parte do chamado Plano de Desenvolvimento Colaborativo da Nova Escola, onde a revista disponibilizada uma formação atrelada ao uso de plano de aula, elaborado por especialistas na área.

Mogi foi dividida entre dois grupos, um de matemática e outros para as demais disciplinas da grade curricular. O resultado do trabalho realizado nas escolas municipais e Cempis colocou a cidade no topo, após etapas do projeto e seleção dos municípios com resultados satisfatórios.

Além de permanecer entre as seis cidades de maior destaque, terminou na primeira colocação, com o índice de 89.6, apresentando o melhor desenvolvimento educacional no projeto. Semanalmente a Secretaria de Educação fazia o controle do projeto, após aplicação de um plano de aula por parte dos professores. O objetivo era testar, na prática, cada etapa do trabalho.

“O que isso mostrou? Que a adesão do professor a entrar no programa, abraçar a causa e colocar isso em prática foi fundamental. Esse sucesso foi mérito daqueles que se envolveram, a gente vinha vindo nessa caminhada, fomos elogiadíssimas”, destacou a secretaria de Educação Flávia Rossi, que no último dia 31 de maio esteve em São Paulo para receber a premiação da revista.

Chromebooks

A parceria com a Nova Escola fez com que a cidade fosse contemplada com 200 chromebooks, notebooks de menor porte e com sistema operacional desenvolvido pelo Google. O entendimento era de que os planos de aula contassem com o uso de recursos tecnológicos como ferramenta pedagógica. Para isso, a busca pela parceria com o gigante de serviços online, que abraçou o projeto e colaborou com a doação dos aparelhos.

Todos são utilizados nas Emebs e Cempis. “Eles (Nova Escola) identificaram que a formação continuada dos professores é essencial. Para isso, precisa da formação, não apenas do material”, explicou a supervisora escolar Ana Cristina Gazotto.

Aliada à conquista, os professores e alunos foram contemplados com uma conta gratuita da Google. A próxima etapa será a aplicação de uma formação continuidade aos professores, no mês de julho, no Centro Municipal de Aperfeiçoamento do Magistério Antônio de Souza Franco, a Estação Educação. Contudo, a ideia é oferecer a ferramenta, em uma segunda etapa do projeto, para toda a população.

Compartilhe:

0 Comentários

Ainda não foram feitos comentários.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

CAPTCHA security code

Jornal Oficial

Cadastre-se para receber novidades

Seu e-mail estará seguro conosco.
Nós não iremos compartilhar suas informações!