Prefeitura Municipal de Mogi Mirim

Secretaria de Educação

10/09
2018
0 comentários

Educação em Mogi Mirim já alcança dados projetados para 2021 no Ideb

Os dados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2017 foram divulgados na segunda-feira (3) pelo governo federal. Os dados apresentados pelo Inep formam o principal indicador de qualidade da educação básica através do Saeb (provas de português e matemática aplicada a cada dois anos) e pelo fluxo escolar (taxa de aprovação/reprovação/abandono dos alunos).

Os indicadores são desejáveis por permitirem o monitoramento do sistema de ensino do País. Sua importância consiste no diagnóstico e norteamento de ações focalizadas na melhoria do sistema educacional.

O objetivo está em detectar escolas ou redes de ensino cujos alunos apresentem baixa performance em termos de rendimento e proficiência, além de monitorar a evolução temporal do desempenho dos alunos da rede municipal de ensino. Por esse motivo, cada unidade escolar tem seu próprio Ideb e metas estabelecidas até 2021.

Em Mogi Mirim, a rede Municipal de Ensino atingiu a meta projetada tanto nos anos iniciais do ensino fundamental como nos anos finais.

Anos Iniciais (5º Ano)

 

Ideb 2015

Ideb 2017

Meta 2017

Brasil

5,5

5,8

5,5

São Paulo

6,4

6,6

6,3

Mogi Mirim

5,8

6,6

6,6


Anos Finais (9° Ano)

 

Ideb 2015

Ideb 2017

Meta 2017

Brasil

4,5

4,7

5,0

São Paulo

5,0

5,3

5,6

Mogi Mirim

4,8

5,4

4,9

Em uma análise específica sobre a rede municipal, a etapa dos anos finais superou a meta proposta e já alcançaram a meta projetada para 2021. Considerando o desempenho das escolas municipais dos anos iniciais, o melhor desempenho foi constatado na EMEB Prof. “Nelson Neves de Souza” com nota 8,0.


Para a secretária da Pasta, Flávia Rossi, o segredo do “sucesso” da rede vem de um conjunto de ações da Educação, como nas condições de acompanhamento das atividades escolares, o apoio com formação continuada de qualidade, a garantia aos docentes em reservar 33% de sua carga horária (HTPI) para o preparo das aulas, a liberdade da escola em acolher uma série de medidas que visam garantir a aprendizagem dos alunos, o controle de frequência diário e uma equipe gestora e docentes comprometidos com o processo ensino-aprendizagem.

Compartilhe:

0 Comentários

Ainda não foram feitos comentários.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

CAPTCHA security code

Jornal Oficial

Cadastre-se para receber novidades

Seu e-mail estará seguro conosco.
Nós não iremos compartilhar suas informações!